GERAÇÃO Y e a sua relação com o mercado

Hoje as empresas enfrentam novos desafios com a geração jovem que está ganhando o seu espaço aos poucos no mercado, um público novo e marcado por um perfil comportamental de Geração Y.

Como esses jovens são motivados? Como eles enxergam as empresas que investem neles? Quais são seus desafios?

Para começar é importante explicar que a geração Y é constituída por jovens que hoje estão na faixa dos seus vinte e poucos anos e marcados por características específicas, como grande afinidade às tecnologias e por serem multitarefas, estão sempre fazendo mais de uma atividade do trabalho enquanto escutam música, olham as redes sociais etc. São acostumados a conseguirem tudo o que querem, impacientes e ambiciosos e por isso não aceitam serviços que consideram de “baixo escalão” e almejam subir na empresa muito rapidamente e por isso estão sempre em empresas novas, mas isso não quer dizer que são maus profissionais.

Anteriormente o profissional buscava estabilidade profissional e estabilidade pessoal, ter um trabalho fixo e que possibilite manter uma casa e uma família, hoje os profissionais dessa nova geração buscam desenvolvimento pessoal, por serem pessoas de alta autoestima, buscam ser sempre valorizados e empresas que possam lhes desenvolver, o fator financeiro ainda é importante, mas eles buscam mais empresas que invistam neles e que apresentem projetos para crescimento futuro.

O desafio de relacionamento Empresa x Colaborador é que essa geração precisa ser constantemente motivada. A Geração Y é filha da Geração X, que para compensar a ausência e a cobrança dos pais, deu à Geração Y uma ideia de que poderiam ser o que quisessem e os acostumaram a receber tudo o que quisessem. Assim, quando são regularmente cobrados, ficam insatisfeitos e começam a perder a visão de crescimento e desenvolvimento na empresa e por isso acabam cogitando um novo emprego. Outro grande problema profissional da Geração Y é a correlação: felicidade x expectativa x realidade. Como são pessoas ambiciosas e impacientes, essa geração tende a ser mais facilmente frustrada, quando a realidade não corresponde às expectativas, a felicidade acaba sendo afetada.

O cenário ideal para que uma empresa carregada de jovens Geração Y é, um bom relacionamento entre líderes e equipe, de uma forma que o líder deve se colocar de igual e igual com a equipe, sendo mais uma personificação de uma pessoa que seja suporte para eles, que tenha sempre equilíbrio entre feedbacks negativos e que esteja sempre desenvolvendo e investindo na sua equipe. Já a empresa, espera que o seu profissional desenvolva maturidade para respeitar hierarquias e que sejam mais abertos a feedbacks, mesmo quando não sejam positivos, enxergando que são necessários para desenvolvimento pessoal e bons resultados. O ganha-ganha deve ser explícito para os dois lados, assim tendo um ambiente harmonioso de trabalho.

 

Escrito por Thiago Petras, 21 anos, Analista Comercial da Novo Marketing. 

 


Recent Posts